MERALGIA PARESTÉSICA

A meralgia parestésica é caracterizada por um distúrbio de sensibilidade e dor localizada na região lateral da coxa, área inervada pelo nervo cutâneo femoral lateral. Os sinais e sintomas são decorrentes geralmente de uma compressão do nervo, que pode ocorrer em seu trajeto.

As causas mais comuns de compressão do nervo podem ser obesidade, gravidez, cintos apertados, traumatismos repetitivos, lesões musculares e cirurgias do quadril, da região abdominal e inguinal. Atletas também são vulneráveis ao desenvolvimento da meralgia parestésica, devido aos movimentos repetitivos de flexão e extensão do quadril. A patologia é mais frequente entre pessoas na faixa etária de 30 a 65 anos de idade.

Sintomas           

              

Anestesia, dormência, formigamento, queimação, desconforto, frio, choque, agulhadas, hipersensibilidade ao toque. Podendo se agravar pela posição de pé ou pelo caminhar, e aliviados pela posição sentada ou deitada.

 

Causas

A meralgia parestésica pode acontecer devido a qualquer situação que possa fazer compressão no nervo da coxa. As principais causas dessa condição podem ser:

  • Sobrepeso ou obesidade;

  • Uso de cintas ou roupas muito apertadas;

  • Gravidez;

  • Esclerose múltipla;

  • Após cirurgias do quadril, região abdominal e inguinal;

  • Síndrome do túnel do carpo, em que há comprometimento de nervos periféricos;

  • Pancada direta na coxa, acometendo o nervo.

 

Tratamento

O tratamento com prescrição médica de analgésicos, anti-inflamatórios não hormonais, infiltrações de corticosteroides e fisioterapia podem ser indicados.

Sendo a TOXINA BOTULÍNICA o tratamento de eleição para a meralgia parestésica. A aplicação é realizada com o auxilio do aparelho de ultrassonografia para localização exata do local a ser aplicado, trazendo êxito no tratamento da dor e melhorando a qualidade de vida do paciente.

Cuidados como perda de peso e o afastamento dos fatores de risco da lesão são fundamentais.

©   Eletrofisiologia Clinica. Todos os Direitos reservados.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram