NEURALGIA DO TRIGÊMIO E OUTROS TIPOS DE

NEURALGIA | NEVRALGIA

A Neuralgia do Trigêmio é conhecida pela dor intensa  nos nervos da face.

 

Essa dor ocorre por conta de irritações ou danos que acometem os nervos que causam a nevralgia.

Nervo trigêmeo e sua ramificaçõesTipos de nevralgia (neuralgia):

Nevralgia do trigêmio: é caracterizado por uma disfunção no nervo trigêmeo (o nervo trigêmeo possui três ramos: o nervo oftálmico, o maxilar e o mandibular, sendo um nervo que controla a musculatura da mastigação e a sensibilidade facial), produzindo dor aguda e em forma de pontadas na distribuição de um ou mais ramos desse nervo.

Nevralgia do trigêmio atípica: é caracterizado pela dor facial apenas de um lado podendo até chegar ao pescoço. A dor é constante e com sensação de queimação que pode ocorrer em distribuição restrita no início, mas que pode se espalhar para a parte lateral do rosto ainda não afetada.

Nevralgia occipital: é caracterizado pela dor persistente no crânio, com choque elétrico ocasionalmente na distribuição de nervos occipitais.

Nevralgia do glossofaríngeo: é caracterizado pelo déficit de sensibilidade na área que contém nervos glossofaríngeos, causando dor capaz de persistir entre os paroxismos álgicos.

Nevralgia pós-herpética: é a complicação mais frequente do herpes-zóster, caracterizando-se pela presença de dor tipo neuropática de pessoas que sofrem com o ramo. É conhecida por surgir em quase 15% dos pacientes que sofrem com herpeszóster.

Nevralgia Intercostal: A neuralgia intercostal é a dor ao longo dos nervos intercostais, que se localizam entre as costelas. Os nervos intercostais podem estar inflamados ou danificados devido a diversas causas, como traumatismos, infecções, danos causados por cirurgia e outras razões.

Nevralgia isquiática (ciática): A neuralgia isquiática, também conhecida como dor ciática, é caracterizada como dor na parte inferior das costas. Causas comuns são hérnia de disco na coluna lombar, estenose espinhal lombar e síndrome do piriforme.

Causas

Existem diversos problemas que podem causar a nevralgia, os mais conhecidos são:

  • Uso de medicamentos;

  • Diabetes;

  • Infecções como HIV, sífilis, herpeszóster e doença de Lyme;

  • Pressão nos nervos por ossos, ligamentos, tumores próximos e vasos sanguíneos;

  • Porfiria;

  • Insuficiência renal crônica;

  • Trauma.

  • Ainda existem casos em que a causa não é conhecida.

Sintomas

Os principais sintomas da nevralgia são dores constantes e, quando tocadas, pioram. Além disso, há a sensação de queimação. O nervo afetado se torna mais sensível, causando fraqueza ou até mesmo paralisia dos músculos inervados pelo nervo afetado. Dependendo do nervo, dores nos dentes, na testa e até mesmo no globo ocular podem surgir.

Tratamento da Nevralgia

A primeira função do tratamento é aliviar a dor, que costuma se tornar desesperadora de tão forte que é. O tratamento inclui:

  • Bloqueadores nervosos;

  • Injeções locais de medicamentos para aliviar a dor;

  • Procedimentos para diminuir a sensibilidade do nervo (balão de compressão, injeção de substâncias químicas, ablação com radiofrequência);

  • Aplicação de toxina botulínica, que tem se tornado cada vez mais eficaz.

A aplicação de toxina botulínica é feita nos pontos de dores, trazendo alivio quase que de imediato ou após alguns dias de aplicação, além de não apresentar efeitos colaterais, melhora a qualidade de vida dos pacientes.

Oferecemos com excelência esse tratamento.

Se você se identificou com alguns dos sintomas citados nesse texto, entre em contato e marque uma avaliação médica.

©   Eletrofisiologia Clinica. Todos os Direitos reservados.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram