• NURI | Eletrofisiologia

Câimbra do Escrivão

Atualizado: 9 de Set de 2019



Distonia focal de mão/Câimbra do Escrivão

Os sintomas geralmente aparecem quando a pessoa está realizando uma tarefa que requer uma coordenação motora fina dos músculos de membro superior. A distonia focal de mão está inserida num grupo chamado de “distonias focais tarefa especificas ou ocupacionais” que podem acometer músicos, escrivães ou digitadores. O sintoma geralmente ocorre somente durante a atividade específica, que requer uso da mão, como tocando um instrumento ou digitando. Câimbra do escrivão é a distonia que aparece quando a pessoa está escrevendo. A distonia focal pode ocorrer como distonia somente focal ou ser parte de uma distonia generalizada. A maioria dos casos de distonia focal da mão representa uma distonia primária, significando que não há causas identificáveis para os sintomas. A distonia da mão pode ocorrer como um sintoma inicial da distonia generalizada também conhecida como distonia DYT1. A distonia primaria focal ocorre geralmente em pacientes sem historia familiar da patologia. Apenas 5-25% tem historia familiar de distonia.

Existem formas diferentes ou variações?

Alguns casos de distonias de mão são tarefa especifica, significando que os sintomas da distonia ocorrem apenas no contexto de uma atividade especifica como escrever ou tocar um instrumento musical. Quando a mão não está sendo utilizada para esta tarefa especifica, os sintomas geralmente não aparecem.

Por exemplo, uma manifestação comum da câimbra do escrivão inclui preensão excessiva da caneta, flexão ou extensão do punho, elevação do cotovelo, ocasionalmente extensão do dedo ou dos dedos levando a caneta a cair da mão quando está escrevendo.




Alguns casos de distonia focal da mão causa uma postura sustentada da mão como punho em flexão, mão fechada e contrações dos dedos.

A dor é tipicamente mais frequente na distonia focal secundaria. A distonia primaria pode incluir leve desconforto (contração, tensão) nos dedos, punhos ou antebraço, especialmente quando realizando uma tarefa especifica.


Tratamento


Aplicações de toxina botulínica em músculos específicos para tratamento da distonia focal da mão é considerado o o tratamento de excelência.

As aplicações de toxina botulínica têm décadas de pesquisas demonstrando que eles são seguros e efetivos como terapia medicamentosa. A neurotoxina botulínica foi aprovada para uso nos Estados Unidos desde 1989.

Permite uma melhora significante da postura distonica e redução da dor foi relatada em mais de 2/3 dos pacientes.

Antes da introdução da toxina nos EUA durante os anos 1980, não havia tratamento efetivo para as distonias focais.

Quais são as mudanças e/ou progressão da doença com o passar do tempo?

A distonia focal da mão inicia se insidiosamente e devagar, com progressão gradual. Os sintomas então podem se estabilizar relativamente em um determinado estágio. Uma pequena parte pode evoluir para um tremor. Quando a distonia focal de mão aparece em crianças, existe uma possibilidade de que possa ser um inicio de uma distonia generalizada (também chamada de distonia DYT1). A distonia primaria da mão em adultos, tipicamente tem inicio na idade dos 30 a 50 anos e afeta tanto mulheres como homens.

Como encontrar o melhor médico para tratar?

O tipo de médico que está qualificado para tratar a distonia focal de mão é o médico especialista em desordens do movimento. Seria o profissional com experiência e treinamento especifico, geralmente fisiatras (médico de reabilitação) e neurologistas.


#caimbradoescrivao

©   Eletrofisiologia Clinica. Todos os Direitos reservados.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram