• NURI | Eletrofisiologia

Neuropatia diabética e dor neuropática!

Atualizado: 15 de Abr de 2019

Conheça um pouco mais sobre a neuropatia diabética e o tratamento que tem se tornado cada vez mais eficaz contra essa dor.

imagem de blog.paulatostes.com.br

A Neuropatia diabética é um distúrbio nervoso causado pelo diabetes. O diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina, ocasionando danos nos nervos e formando um processo inflamatório, que pode resultar na neuropatia diabética.


Os nervos periféricos carregam as informações que saem do nosso cérebro e as que chegam até ele. Qualquer dano a esses nervos fazem com que esse mecanismo não funcione bem.


A dor neuropática é um tipo de sensação dolorosa que ocorre em uma ou mais partes do corpo e é associada a doenças que afetam o Sistema Nervoso Central, ou seja, os nervos periféricos, a medula espinhal ou o cérebro. A dor neuropática diabética pode ser descrita como superficial, profunda, ou dor severa. Outros sintomas podem ser formigamento, dormência, fraqueza dos membros e sensação de queimadura.


O tratamento com toxina botulínica, tem se mostrado bastante eficaz e segura como método de tratamento de dor neuropática diabética. A injeção subcutânea de toxina botulínica também inibe a dor de origem inflamatória, através da redução da liberação do glutamato (um aminoácido que age como neurotransmissor excitatório na resposta inflamatória), nos receptores sensoriais periféricos relacionados à percepção da dor. O alívio da dor, geralmente é observado de imediato ou poucos dias após a aplicação.


E necessário que um médico especialista faça uma avaliação completa do caso para definir os locais de aplicação e a dose, de acordo com as condições clínicas do paciente, já que a dor de polineuropatia diabética pode ter origens diferenciadas.


Procure sempre um médico especialista.

74 visualizações

©   Eletrofisiologia Clinica. Todos os Direitos reservados.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram